Google

Alguns dos anjos que você encontrará aqui... Tem muito mais!!!

segunda-feira, 3 de março de 2008

Anjos - 000124/2008 - Histórias de Anjos [Os anjos com José]

18: Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.
19: Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.
20: E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo;
21: E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.
22: Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz;
23: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.
24: E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher;
25: E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.
(Mateus, 1,18-25)

Anjos - 000123/2008 - Histórias de Anjos [Os anjos com Maria]

E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
27: A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.
28: E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.
29: E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta.
30: Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus.
31: E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus.
32: Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai;
33: E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.
34: E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?
35: E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.
36: E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril;
37: Porque para Deus nada é impossível.
38: Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela.
(Lucas, 1,26-38)

Anjos - 000122/2008 - Histórias de Anjos [Mário Luís Magnani]

Pensei que tivesse sido um sonho ter chegado tão alto, no trigésimo andar de um prédio que escalei, sem saber o que aconteceria lá em cima e sem saber exatamente por que estava ali. Ou melhor, eu até sabia porquê estava ali, mas tentei esconder isso de mim.

Queria ver estrelas mais de perto e realizar um sonho que ainda não tivesse imaginado. Entretanto, as nuvens atrapalharam meus planos naquela noite. Não consegui ver as estrelas que pretendia, nem tampouco entender como poderia ter chegado ali por mim mesmo. Apenas as luzes das antenas de tv e o farol dos carros lá embaixo brilhavam naquela noite.

Foi, então, que percebi um anjo havia me ajudado a chegar ali. Estava do meu lado e compensava a falta de estrelas. Eu já havia conversado com esse anjo antes. Disse-lhe que seus olhos verdes estavam com um brilho diferente das últimas vezes que havíamos nos visto. Como se quisesse me dizer algo, desviou o olhar.

Disse-me que o que quer que acontecesse ali, não seria realidade, afinal, longe do chão tudo o que se passava era somente imaginação e fantasia. Aconselhou-me a voltar e me disse que os sonhos somente se realizam quando os concretizamos dentro de nós.

Voltei para a terra dentro de uma nova realidade. Tive medo de descer da forma que subi. Não quis me expor mais aos perigos da escalada. Afinal, não é sempre que se tem sorte de escalar prédios à noite. O anjo me acompanhou e na despedida me abraçou. Beijou-me o rosto, e nas suas palavras pude compreender que meus desejos poderiam tornar-se realidade, pois, parecia que meus desejos eram, também, os seus desejos.




Sobre o autor:

Mário Luís Magnani, natural de Campinas (SP) e residente na cidade de Valinhos (SP). Analista de Sistemas formado pela PUCCAMP e em Gestão de Sistemas de Informação pela UNIP-Campinas. Atualmente cursa MBA em Tecnologia da Informação Aplicada à Gestão Estratégica de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Tem publicado no Jornal Terceira Visão Valinhos artigos e crônicas que abordam os problemas sociais do Brasil e do mundo como educação, distribuição de renda, economia, política e globalização.



Matéria publicada em 01/12/2005 - Edição Número 76
Fonte: http://kplus.cosmo.com.br/materia.asp?co=284&rv=Literatura

Anjos - 000121/2008 - Dica Angelical 04

Anjos - 000120/2008










Anjos - 000119/2008










Anjos - 000118/2008











Anjos - 000117/2008










Anjos - 000116/2008